Pesquisar
Close this search box.

Atualizações da China — 23 de fevereiro de 2023

  • A China lança 2023 Catálogos de bens que exigem licenças de importação e exportação, bem como um projeto de emenda à lei de marcas com mudanças significativas.
  • Hong Kong-mainland China volta a viajar completamente; a campanha “Olá Hong Kong” é oficialmente lançada.

China emite Catálogos de Mercadorias que Requerem Licenças de Importação e Exportação 2023

Em 1º de janeiro, entrou em vigor o Catálogo de Bens Sujeitos à Administração de Licença de Importação (“Catálogo de Importação”) de 2023, bem como o Catálogo de Bens Sujeitos à Administração de Licença de Exportação (“Catálogo de Exportação”), emitido em conjunto pelo Ministério do Comércio e pela Administração Geral das Alfândegas.

O Catálogo de Importação atualizado abrange um total de 14 categorias de mercadorias, inclusive em equipamentos químicos, produtos mecânicos e elétricos usados, substâncias que empobrecem a camada de ozônio e equipamentos de fundição de metais. Foram feitas pequenas alterações na categoria de substâncias que empobrecem a camada de ozônio, à qual foram adicionados vários itens químicos.

O Catálogo de Exportação atualizado abrange um total de 43 categorias de mercadorias, incluindo alimentos, matérias-primas, equipamentos e produtos manufaturados. Foram feitos ajustes nas categorias química, substâncias que empobrecem a camada de ozônio, madeira serrada e automóveis.

 

Hong Kong está de volta: Campanha “Olá Hong Kong” Lançada

Em 2 de fevereiro, o Governo da Região Administrativa Especial de Hong Kong lançou oficialmente a campanha “Olá Hong Kong”, um esforço promocional em grande escala, para atrair os visitantes de volta à cidade. O rico repertório de atividades promocionais da campanha visa mostrar as mais novas atrações, desenvolvimentos e oportunidades de Hong Kong.

De acordo com o governo da RAE de Hong Kong, a cidade atingiu agora um novo estágio de desenvolvimento, passando da estabilidade para a prosperidade e servindo como porta de entrada para a China continental e mais além. Chegou a hora dos turistas, investidores, empresários e inovadores para vir a Hong Kong e experimentar tudo o que a cidade tem a oferecer em primeira mão, bem como tirar proveito da riqueza de novas oportunidades.

A campanha gira em torno de quatro aspectos principais:

🔵 500.000 passagens aéreas gratuitas serão oferecidas aos visitantes do mundo inteiro para que experimentem a hospitalidade de Hong Kong e visitem as mais novas atrações, incluindo o Hong Kong Palace Museum e o museu M+ no Distrito Cultural de Kowloon Ocidental.

🔵 Líderes empresariais proeminentes, dignitários políticos e outras figuras influentes serão convidados a vir a Hong Kong.

🔵 O governo da RAEHK organizará e liderará delegações na China continental e em países ultramarinos, a fim de divulgar a boa notícia sobre Hong Kong no mundo inteiro.

🔵 Mais conferências, exposições e eventos de grande escala nas áreas de finanças, economia, inovação e tecnologia, esportes e cultura, e refeições serão realizados.

 

Bolsa de Hong Kong consulta o público sobre o regime de listagem sem papel

No mês passado, a Bolsa de Hong Kong (“HKEX”) convidou o público a apresentar propostas para expandir o âmbito de seu regime de listagem sem papel. O objetivo é aumentar a eficiência e reduzir os custos para as empresas listadas, simplificando os procedimentos administrativos. O período de consulta pública termina em 28 de fevereiro.

De acordo com as emendas propostas, a apresentação eletrônica da maioria dos documentos deve ser obrigatória, eliminando a necessidade de qualquer apresentação desnecessária. As empresas listadas também serão obrigadas a divulgar suas comunicações corporativas eletronicamente.

As principais propostas são as seguintes:

🔵 Simplificando o procedimento de apresentação de documentos

As empresas listadas não precisariam mais arquivar apresentações separadas para afirmar que estão em conformidade com as diferentes obrigações sob as Regras de Listagem.

🔵Envio obrigatório somente eletrônico

A HKEX propôs que todos os documentos sejam apresentados eletronicamente, a menos que especificado de outra forma, dispensando a assinatura wet-ink ou requisitos de certificação. Denominada “Plataforma Emissora”, uma nova plataforma on-line que permite a assinatura eletrônica de documentos seria criada.

🔵Obrigação de divulgação eletrónica de comunicações corporativas

As empresas listadas seriam obrigadas a divulgar comunicações corporativas, por exemplo, circulares e anúncios, aos acionistas eletronicamente, sujeito às leis e regulamentos da jurisdição relevante.

 

China Divulga Projeto de Emenda à Lei de Marcas com Mudanças Significativas

Em 13 de janeiro, a Administração Nacional de Propriedade Intelectual da China divulgou o Projeto de Emenda à Lei de Marcas da RPC para consulta pública (“Projeto de Emenda”). Desde que a Lei de Marcas Registradas da RPC entrou em vigor em 1983, ela passou por quatro Emendas, sendo o Projeto de Emenda a quinta revisão.

A Minuta de Emenda incorpora algumas mudanças importantes para tratar das questões há muito debatidas, relacionadas com os pedidos de má-fé, práticas de agachamento de marcas, o contínuo abuso flagrante de direitos, ações judiciais maliciosas e os vários desafios colocados à proteção de marcas.

Os especialistas jurídicos observam que o Projeto de Emenda, se aprovado, terá implicações de longo alcance para a proteção e gestão da marca na China.

Algumas das mudanças significativas incluem o seguinte:

🔵 Um novo artigo foi inserido para ampliar o escopo do que constitui uma aplicação de marca de má-fé. Os tipos de arquivos considerados de má fé incluem arquivos sem intenção de uso, arquivos que são prejudiciais aos interesses do Estado ou do público, e arquivos com intenção de prejudicar os direitos legítimos de terceiros ou de buscar ganhos ilegais.

🔵 O requerente de um pedido de má-fé pode enfrentar penalidades administrativas, incluindo repreensões oficiais das autoridades de fiscalização de marcas e uma multa de até RMB 50.000; no caso de uma violação grave, uma multa de até RMB250.000 pode ser imposta.

🔵As partes cujos direitos forem violados terão recurso legal contra arquivadores de má-fé por meio de ação civil e poderão reivindicar uma compensação para recuperar quaisquer custos legais razoáveis, no mínimo.

🔵 Para combater a prática de “trademark squatting”, o Projeto de Emenda exige que o requerente comprove a necessidade de adquirir direitos de marca com base no uso real ou no compromisso de uso ao apresentar um pedido de marca.

 

Hong Kong Expande o Escopo do Esquema de Facilitação de Imigração para Visitantes Designados

A partir de 1 de fevereiro, o Governo da Região Administrativa Especial de Hong Kong expandiu o escopo do Esquema Piloto sobre Facilitação de Imigração para Visitantes que Participam em Atividades de Curto Prazo em Setores Designados (” Plano Piloto”), que foi inicialmente lançado em junho de 2022.

O Plano Piloto permite que mais talentos não locais participem de atividades qualificadas de curto prazo na qualidade de visitantes por até 14 dias e recebam remuneração, sem a necessidade de solicitar vistos de trabalho ou autorizações de entrada.

O Plano Piloto ampliado cobre os 12 setores seguintes:

🔵 Medicina e saúde;

🔵 Educação superior;

🔵 Artes e cultura;

🔵 Esportes;

🔵 Patrimônio;

🔵 Indústrias criativas;

🔵 Inovação e tecnologia;

🔵 O Fórum de Laureados de Hong Kong;

🔵 Aviação;

🔵 Internacional/mega eventos;

🔵 Finanças;

🔵 Desenvolvimento e construção.

Os setores de “finanças” e “desenvolvimento e construção” foram recentemente acrescentados aos 10 setores existentes cobertos pelo Esquema Piloto.

Para mais informações, visite o site do Departamento de Imigração.

 

A China implementará políticas fiscais preferenciais e medidas financeiras para apoiar a recuperação econômica

Em 28 de janeiro, o Conselho de Estado da China realizou uma reunião executiva, instando para a implementação efetiva dos seguintes itens para aproveitar o impulso de uma recuperação econômica:

🔵 Estender a isenção de IVA concedida aos contribuintes de IVA de pequena escala;

🔵 Estender os empréstimos inclusivos concedidos a micro e pequenas empresas;

🔵 Aumentar a oferta de empréstimos ao consumidor;

🔵 Otimizar as políticas para atender às necessidades básicas de moradia das pessoas;

🔵 Melhorar as condições de habitação;

🔵 Garantir a entrega de casas pré-vendidas;

🔵 Promover o desenvolvimento do comércio eletrônico internacional e dos armazéns no exterior;

🔵 Aproveitar melhor o papel das zonas francas piloto e de outras plataformas de promoção comercial;

🔵 Implementar políticas para facilitar a mobilidade transfronteiriça do pessoal.

 

As viagens de Hong Kong à China continental são totalmente retomadas

Em 6 de fevereiro, a viagem normal entre a China continental e Hong Kong, bem como Macau, foi totalmente retomada, com todos os pontos de passagem de fronteira retomando as operações normais, incluindo Lo Wu, Heung Yuen Wai-Liantang e Lok Ma Chau. Além disso, todas as restrições de cotas foram eliminadas.

Além disso:

🔵 Todos os requisitos de quarentena, isolamento e vacinas foram levantados.

🔵 Os viajantes do continente e de Macau não são mais obrigados a realizar um teste de ácido nucleico antes da partida.

🔵 Os viajantes de Macau que chegam a Hong Kong não são mais obrigados a realizar um teste rápido de antígeno antes da partida.

Entretanto, os viajantes (exceto aqueles com três anos ou menos) que estiveram no exterior ou em Taiwan nos últimos sete dias e estão em trânsito por Hong Kong para a China continental devem apresentar um resultado negativo no teste PCR nas 48 horas anteriores à entrada.

 

 

Portaria 2023 das Companhias de Hong Kong (Emenda) para entrar em vigor em 28 de abril

Gazetted on 27 January, the Companies (Amendment) Ordinance 2023 (“Amendment Ordinance”) entrará em vigor em 28 de abril, que prevê a realização de assembléias gerais completamente virtuais ou híbridas por empresas incorporadas de Hong Kong.

Under current legislation, there is a degree of ambiguity surrounding the permissibility of fully virtual meetings. Enquanto a Seção 584 da Portaria das Empresas prevê que uma reunião geral pode ser realizada em dois ou mais locais por meio de tecnologia para permitir que os membros se comuniquem efetivamente e votem, a posição sobre reuniões somente virtuais é menos clara.

As principais emendas são as seguintes:

🔵 Seção 547

Uma nova definição de “tecnologia de reunião virtual” foi acrescentada, que se refere à tecnologia que permite a uma pessoa ouvir, falar e votar em uma reunião sem estar fisicamente presente.

🔵 Seção 583A

Uma empresa pode realizar uma reunião geral em um local físico, utilizando tecnologia de reunião virtual, ou em um formato híbrido, ou seja, tanto em um local físico quanto através da tecnologia de reunião virtual.

🔵 Seção 576

A convocatória de uma assembléia geral deve especificar onde a reunião será realizada, se for realizada pessoalmente, ou qual tecnologia de reunião virtual será utilizada, se for realizada virtualmente.

A menos que seus estatutos a proíbam expressamente ou exijam que uma assembléia geral seja realizada apenas em um local físico, uma empresa pode realizar uma assembléia geral virtualmente.

A principal implicação do Decreto de Emenda é que as empresas não precisam mais alterar seus estatutos para prever a realização de assembléias gerais somente virtuais. A participação virtual em uma assembleia geral é considerada presença adequada nos termos da Portaria das Empresas.

 

Hong Kong lança plano piloto de vistos para talentos do continente na área da Grande Baía

A partir de 20 de fevereiro, talentos do continente das nove cidades da região de Guangdong-Hong Kong-Macau Greater Bay Area (“GBA”) puderam solicitar vistos de entrada múltipla para Hong Kong e Macau.

O programa piloto de vistos, de acordo com a Administração Nacional de Imigração da China (“NIA”), está aberto a profissionais qualificados das seis categorias seguintes:

🔵 Talentos que fizeram contribuições significativas para o desenvolvimento da região

🔵 Pesquisa científica

🔵 Lei

🔵 Saúde

🔵 Academia

🔵 Outros talentos reconhecidos

Os talentos elegíveis podem solicitar vistos de entradas múltiplas com um período de validade que varia de um a cinco anos, permitindo-lhes fazer numerosas visitas entre a China continental, Hong Kong e Macau, com cada visita com duração não superior a 30 dias.

A ANI disse que o objetivo do programa piloto de vistos era facilitar a pesquisa científica e os intercâmbios acadêmicos dentro da GBA, promover o desenvolvimento do cluster de megacidade e impulsionar ainda mais a integração regional.

 

China Adiciona Políticas Fiscais Preferenciais aos Regulamentos para Promover o Desenvolvimento da Zona de Cooperação de Hengqin

Em 8 de fevereiro, o Comitê Permanente do Congresso Popular Provincial de Guangdong promulgou o Regulamento de Promoção do Desenvolvimento da Zona de Cooperação Profunda de Guangdong-Macau em Henqin (“Regulamento”), que entrará em vigor em 1º de março.

O Regulamento se aplica especificamente às atividades destinadas a incentivar a construção e o desenvolvimento da Zona de Cooperação em Profundidade de Guangdong-Macau em Hengqin (“Zona de Cooperação”).

Abrangendo 66 artigos em oito capítulos, o Regulamento aborda uma ampla gama de áreas, incluindo o sistema de governança, desenvolvimento industrial, melhoria na subsistência e perspectivas de emprego para os residentes de Macau, e o desenvolvimento integrado de Hengqin e Macau.

Além disso, o Regulamento incorpora as políticas fiscais preferenciais para pessoas físicas e jurídicas na Zona de Cooperação, que foram emitidas anteriormente. Os bens fabricados por empresas da Zona de Cooperação sem materiais importados ou com materiais importados, mas onde pelo menos 30% de seu valor agregado é gerado na Zona de Cooperação, estarão isentos de direitos de importação.

Em outro anúncio recente divulgado conjuntamente pela Secretaria de Finanças e pela Secretaria de Impostos na Zona de Cooperação, juntamente com outros três departamentos, foram esclarecidos os critérios de elegibilidade para a taxa reduzida de 15% de imposto de renda de pessoa jurídica:

1. A empresa deve operar em uma das indústrias listadas no Catálogo de Indústrias Elegíveis para o Imposto de Renda Preferencial Empresarial na Zona de Cooperação (Edição 2021); e

2. A empresa deve ter operações substanciais na Zona de Cooperação, ou seja, sua administração e controle central estão localizados na Zona de Cooperação.

 

A CW CPA não assume nenhuma responsabilidade ou responsabilidade por quaisquer erros ou omissões no conteúdo deste site e/ou pelos resultados obtidos com o uso das informações contidas neste site. Todas as informações neste site são fornecidas “como estão”, sem garantias de completude, precisão, utilidade ou atualidade..

Índice

O senhor tem alguma dúvida?

Se o senhor tiver alguma dúvida sobre o conteúdo deste artigo, sinta-se à vontade para entrar em contato conosco pelo e-mail cw@cwhkcpa.com ou pelo formulário fornecido abaixo.

Explore mais tópicos

Siga-nos