CW CPA logo 350x100

+852 2956 3798

cw@cwhkcpa.com

Hong Kong apresenta projeto de lei sobre o esquema de aumento da certeza tributária para ganhos com alienação de ações onshore

Em 20 de outubro de 2023, o
Projeto de Lei 2023 da Receita Federal (Alteração) (Ganho de Alienação pelo Detentor de Participações Societárias Qualificadas)
(“Bill”) foi publicado. Ele foi apresentado no Conselho Legislativo de Hong Kong em 1º de novembro. O projeto de lei introduz um esquema de aumento da certeza tributária para ganhos de alienação de ações onshore. Seu objetivo é proporcionar mais certeza e clareza em relação à não tributação de ganhos onshore derivados da alienação de participações societárias de natureza de capital. De acordo com a Inland Revenue Ordinance (Cap. 112), esses ganhos onshore não estão sujeitos ao imposto sobre lucros em Hong Kong, desde que sejam de natureza de capital.

O sistema tributário de Hong Kong tem sido amplamente elogiado por sua simplicidade e competitividade. O esquema está pronto para aumentar ainda mais o apelo da cidade como um importante centro de negócios na Ásia. Em contraste com esquemas comparáveis atualmente em operação em outras jurisdições fiscais, o esquema de Hong Kong abrange mais tipos de negócios e participações acionárias. Além disso, possui um limite mais baixo para participações acionárias e outros acordos vantajosos.

Este artigo abaixo abordará os principais recursos do novo esquema de aumento da segurança tributária, conforme detalhado no projeto de lei.

Contexto:

No orçamento de 2023-24, o Secretário de Finanças de Hong Kong revelou planos para formular diretrizes mais transparentes com relação à não tributação de ganhos onshore provenientes da alienação de participações acionárias. A medida visa proporcionar um nível mais alto de segurança fiscal em Hong Kong. Isso foi motivado por sugestões das partes interessadas para estabelecer um teste objetivo para avaliar a natureza do capital e o status de não tributável dos ganhos de alienação de ações onshore.

Essa recomendação foi apresentada à luz do
regime refinado de isenção de renda de origem estrangeira (“FSIE”)
que entrou em vigor em 1º de janeiro de 2023. De acordo com o regime refinado do FSIE, a renda passiva offshore recebida por uma entidade constituinte de um grupo empresarial multinacional está sujeita ao imposto sobre lucros em Hong Kong. Isso inclui juros, renda derivada de propriedade intelectual, dividendos e ganhos com a alienação de participações acionárias.

Um documento de consulta intitulado “Enhancing Tax Certainty for Onshore Gains on Disposal of Equity Interests” (Melhorando a certeza tributária para ganhos onshore na alienação de participações acionárias) foi publicado em 23 de março de 2023. Ele propôs a implementação de um esquema de aprimoramento da certeza tributária para oferecer mais garantias com relação à não tributação de ganhos onshore provenientes da alienação de participações acionárias. De acordo com o documento, o esquema abordaria a ocorrência comum de participações acionárias sendo adquiridas e alienadas durante a expansão e reestruturação dos negócios. Além disso, o esquema mitigaria os riscos fiscais, reduziria os custos de conformidade e agilizaria a determinação de impostos.

Regras fiscais atuais

De acordo com as disposições atuais da Portaria da Receita Federal (Cap. 112), o imposto sobre lucros não se aplica a ganhos onshore derivados da alienação de participações acionárias que são consideradas de natureza de capital.

Em termos gerais, os ganhos de alienação de natureza de receita surgem quando os ativos mantidos com a finalidade de gerar lucros são vendidos como parte das operações comerciais normais de uma empresa. Esses ganhos contribuem para o lucro líquido da empresa e são incluídos na receita gerada pelas atividades comerciais regulares na demonstração de resultados. Os ganhos de alienação de natureza de capital, por outro lado, surgem da venda de ativos não circulantes que não se destinam à venda no curso regular dos negócios. Eles são considerados parte das transações de capital de uma empresa.

Para determinar a natureza de tais ganhos onshore, o Inland Revenue Department (“IRD”) segue uma abordagem de “emblemas de comércio”. Esse método leva em conta vários fatores, como a frequência de negociações semelhantes, a duração da participação, o índice de participação acionária e o motivo por trás da compra ou venda de participações acionárias. Essas considerações ajudam a estabelecer o tratamento fiscal para cada caso específico.

Se o resultado do exercício “badges of trade” indicar que os ganhos onshore são considerados de natureza de capital, eles serão isentos de impostos. Entretanto, se os ganhos forem considerados de natureza de receita, eles serão tributáveis. Da mesma forma, as perdas onshore na alienação de participações acionárias de natureza de capital não podem ser deduzidas para fins fiscais. Ao contrário, as perdas de alienação onshore de natureza de receita podem ser deduzidas.

Critérios de elegibilidade

O novo esquema se aplica a ganhos onshore elegíveis de alienações de participações acionárias que ocorram em ou após 1º de janeiro de 2024. Esses ganhos devem ser acumulados durante o período-base para um ano de avaliação que comece em ou após 1º de abril de 2023.

O escopo do esquema é limitado aos ganhos de alienação que surgem em Hong Kong ou são derivados de Hong Kong. Os ganhos que são considerados de origem de Hong Kong de acordo com o regime FSIE estão fora do escopo.

Os seguintes critérios de elegibilidade devem ser atendidos para que os ganhos sejam considerados de natureza de capital e, portanto, não estejam sujeitos ao imposto sobre lucros:

  • A entidade investidora deve ser uma entidade investidora qualificada;
  • O item que está sendo alienado é uma participação acionária qualificada detida em uma entidade investida elegívele
  • Certas condições de participação acionária devem ser atendidas ou, alternativamente, a exceção detalhada mais abaixo deve ser aplicada.
Entidade investidora qualificada

Uma entidade investidora qualificada refere-se a uma entidade legal ou a uma estrutura que mantém seus próprios registros financeiros separados. Isso inclui parcerias, trusts e fundos. É importante observar que a definição exclui pessoas físicas, ou seja, indivíduos.

Nenhuma exigência específica de residência ou de listagem é imposta à entidade investidora. Em outras palavras, o esquema se aplica a todas as entidades investidoras, independentemente de seu status de residência em Hong Kong, de sua incorporação ou estabelecimento em Hong Kong ou em outro lugar, e de seu status de listagem.

No entanto, as entidades investidoras que são seguradoras estão excluídas do esquema. A realização de atividades de investimento para obter retornos é parte integrante das operações comerciais de uma seguradora. Portanto, quaisquer ganhos provenientes da alienação de participações acionárias por uma seguradora são tipicamente considerados como receita por natureza e, portanto, tributáveis pelo imposto sobre lucros.

Participação acionária elegível

Uma participação acionária qualificada refere-se a uma participação que concede direitos aos lucros, ao capital e às reservas de uma entidade investida qualificada. Ele é registrado como patrimônio líquido nos livros da entidade investida, de acordo com as normas contábeis pertinentes. De acordo com essa definição, os ganhos onshore provenientes da alienação de vários tipos de participações acionárias, incluindo ações ordinárias, ações preferenciais e participações em parcerias, se enquadram no escopo.

O esquema exclui os seguintes tipos de participações acionárias:

  • Participações acionárias consideradas como ações comerciais para fins fiscais;
  • Participações societárias não listadas em uma entidade investida que esteja envolvida em comércio de propriedades, desenvolvimento de propriedades ou detenção de propriedades e em que a exceção detalhada mais adiante não se aplique. Deve-se observar, entretanto, que o esquema não exclui alienações de
    listadas
    participações acionárias em uma entidade investida envolvida em atividades comerciais relacionadas à propriedade.
Entidade investida elegível

Semelhante a uma entidade investidora qualificada, uma entidade investida qualificada deve ser uma entidade legal ou uma estrutura que mantenha seus próprios registros financeiros separados. Isso inclui parcerias, trusts e fundos.

Conforme declarado na seção acima, o esquema não cobre participações acionárias não listadas detidas em entidades investidas envolvidas em determinadas atividades comerciais relacionadas à propriedade, incluindo comércio de propriedades, desenvolvimento de propriedades ou posse de propriedades. Além disso, o esquema se aplica a todas as entidades investidas, independentemente de seu status de residência em Hong Kong, de sua incorporação ou estabelecimento em Hong Kong ou em outro lugar, e de seu status de listagem.

Condições de manutenção do patrimônio líquido

As condições específicas de participação acionária referem-se ao período de participação e à porcentagem de participação das participações acionárias na entidade investida. Exige-se que a entidade investidora tenha detido um mínimo de 15% das participações acionárias na entidade investida por um período consecutivo de 24 meses antes da data da alienação.

Para determinar se o limite de 15% de participação acionária foi atingido, o cálculo das participações acionárias detidas pode ser feito com base no grupo. Desde que a propriedade combinada de participações acionárias na entidade investida detida pela entidade investidora e suas entidades intimamente relacionadas seja igual ou superior a 15% durante o período especificado, a exigência é considerada atendida.

Uma entidade é considerada intimamente relacionada com outra entidade se:

  • A Entidade A detém mais de 50% de participação beneficiária direta ou indireta na Entidade B, ou tem o direito de exercer, ou controlar o exercício de, mais de 50% dos direitos de voto na Entidade B, direta ou indiretamente; ou
  • A Entidade C detém mais de 50% de participação beneficiária direta ou indireta em cada uma das Entidades A e B, ou tem o direito de exercer, ou controlar o exercício de, mais de 50% dos direitos de voto em cada uma das Entidades A e B, direta ou indiretamente.
  • Exceção às condições de participação acionária: Alienação de participações acionárias em parcelas

Uma entidade investidora tem a opção de vender suas participações acionárias em parcelas. À medida que cada parcela é vendida, a participação acionária do investidor na entidade investida pode cair abaixo do limite de 15%. Isso pode dificultar o cumprimento dos requisitos de participação acionária para as demais participações acionárias detidas. Portanto, para atender a isso, o esquema inclui uma disposição que permite uma exceção às condições de participação acionária acima. De acordo com a exceção, os ganhos de alienação onshore das participações acionárias restantes serão tratados como capital por natureza e, portanto, não estarão sujeitos ao imposto sobre lucros.

Como a CW pode ajudar você

A tributação de ganhos de capital em Hong Kong, especialmente com o novo Inland Revenue (Amendment) Bill 2023, ressalta a abordagem estratégica da cidade para aprimorar seu sistema tributário para empresas. Esse desenvolvimento é fundamental para entidades locais e internacionais que investem em Hong Kong, tornando os negócios na região mais transparentes e financeiramente atraentes. As implicações tributárias do investimento em Hong Kong agora incluem diretrizes mais definitivas e possíveis benefícios fiscais, tornando-o um destino cada vez mais atraente para os investidores globais. Para pessoas físicas e jurídicas que buscam otimizar seus compromissos financeiros, o planejamento tributário para investimentos em Hong Kong torna-se crucial. Nesse sentido, é aconselhável consultar consultores tributários qualificados em Hong Kong para navegar pelas nuances das regras tributárias. Essas mudanças não apenas fortalecem a posição de Hong Kong como um importante centro financeiro, mas também oferecem um ambiente mais propício para o investimento e o crescimento dos negócios.

Com mais de trinta anos de experiência profissional, nossa equipe de especialistas em impostos oferece uma grande variedade de experiência e conhecimento em fornecendo serviços de consultoria tributária para clientes de vários setores, incluindo manufatura, atacado, varejo, imobiliário, tecnologia da informação, hospitalarity, logísticaO senhor pode se beneficiar de serviços de transporte, transporte marítimo, aviação e serviços financeiros. Bem versado nos meandros das leis tributárias locais, podemos auxiliar O senhor analisa os implicações do esquema de aprimoramento da segurança tributária e sua aplicabilidade ao seu negócio, bem como otimizando sua eficiência fiscal.

Índice

O senhor tem alguma dúvida?

Se o senhor tiver alguma dúvida sobre o conteúdo deste artigo, sinta-se à vontade para entrar em contato conosco pelo e-mail cw@cwhkcpa.com ou pelo formulário fornecido abaixo.

Explore mais tópicos

Siga-nos